2 (1)
Destaque Vila Verde

Cabanelas. Joana Fernandes apresentou nova linha de artesanato em cortiça

O Mês do Romance ainda está no início, mas o concelho de Vila Verde já fervilha de vida e conta quatro iniciativas distintas, quando decorreu apenas o segundo dia da programação turístico-cultural mais romântica e apaixonante do país. Hoje, 27 de janeiro, o dia começou com um workshop no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde, em que a artesã Rosa Araújo partilhou com o público as técnicas de pintura em azulejo. Ao início da tarde, tempo para conhecermos a nova linha Namorar Portugal da artesã Joana Fernandes. ‘Amor da Joana 2018’ é o nome de uma coleção de produtos variados direcionados para o mercado dos casamentos (livros de honra, brindes, porta-alianças…). O período vespertino acolheu também o workshop de desenho e bordado promovido pela Decor-Verde, em que os participantes puderam aprender a criar belas obras de arte inspiradas nos motivos dos Lenços de Namorados.

O grande destaque do dia vai para a apresentação da nova linha Namorar Portugal da jovem e talentosa artesã vilaverdense Joana Fernandes, que decorreu na sua ‘oficina’, em Cabanelas, perante uma imensa plateia que fez questão de conhecer em primeira mão as novidades deste ano. Aos 17 anos de idade, Joana Fernandes alia o arrojo e a irreverência da juventude à experiência de quem já está há muito tempo nestas andanças. Com apenas dez anos de idade já fazia sucesso em feiras de artesanato e programas de televisão com os seus admiráveis trabalhos em cortiça. Desde então, a paixão não esmoreceu e a vontade de criar também não.

Diversos produtos para o mercado dos casamentos

“Este ano, apresento uma gama totalmente diferente das dos anos anteriores. A cortiça fica um pouco de lado, mas não foi esquecida. Esta linha é vocacionada para os casamentos, com uma grande variedade de produtos, como brindes, livros de honra, porta-alianças, capas de álbuns…”, afirmou Joana Fernandes, sem esconder a satisfação de integrar a marca Namorar Portugal. “Todos os anos temos inovado e se continuamos a inovar e a apresentar novos produtos é porque vale a pena. Gostaria de agradecer ao Município de Vila Verde por não se esquecer dos nossos Lenços e dos nossos artesãos”, concluiu. A sessão foi abrilhantada pela alegria e animação da música popular, a cargo do duo Miguel Costa e Marta. No final, todos os presentes puderam deixar a sua assinatura num livro de honra preparado para ocasião (inspirado nos motivos dos Lenços de Namorados, naturalmente), um agradecimento simbólico pela presença na iniciativa.

“As pessoas querem casar com os motivos dos Lenços de Namorados e querem casar em Vila Verde”

Presente na sessão, a vereadora da Cultura do Município de Vila Verde recordou que, apesar de a marca contar já com 67 parceiros, a Joana continua a ser a mais jovem. Júlia Fernandes prosseguiu recordando que, ao longo de 38 dias (26 de janeiro a 04 de março), haverá mais de uma centena de iniciativas dedicadas ao amor que “levam cada vez mais longe o nome de Vila Verde”, com eventos por todo o país (Lisboa, Porto, Coimbra, Braga, Monção, Amares…). “A programação continua a sair de portas e a mostrar às pessoas estas belas obras de arte. A atrair novos públicos e dinamizar a economia do concelho e da região, não só os produtores Namorar Portugal, como também os restaurantes, as pastelarias, o alojamento, o comércio… Namorar Portugal é uma marca registada pelo Município de Vila Verde, que a cede gratuitamente a cada um destes promotores. Parceiros que promovem e divulgam a nossa cultura… partindo do elemento da tradição damos o salto para a modernidade!”, vincou Júlia Fernandes. A vereadora da Cultura frisou ainda a pertinência da aposta da jovem artesã no mercado dos casamentos, que estão cada vez mais em voga na terra onde o amor acontece. “As nossas Quintas estão cheias. As pessoas querem casar com os motivos dos Lenços de Namorados e querem casar em Vila Verde”, rematou.

“A sua criatividade não parece ter limites”

Por sua vez, o presidente do Município de Vila Verde começou por agradecer a todos os parceiros Namorar Portugal pelo excelente trabalho desenvolvido. António Vilela prosseguiu recordando o início da carreira da Joana Fernandes, que se estreou no mundo do artesanato com apenas dez anos de idade, com muito apoio do pai e da família. A paixão cresceu com o passar do tempo e, hoje, os resultados estão à vista. “Todos os anos tem inovado e apresentado produtos de grande qualidade, que em muito prestigiam a marca. Este ano não é exceção. Apresentou uma linha extraordinária, de produtos de enorme beleza e também de grande utilidade, criados a partir de materiais tradicionais, como a madeira ou a cortiça. A sua criatividade não parece ter limites”, afirmou o edil, acrescentando que “foi com grande satisfação que ouvi a Joana e também outros parceiros dizerem que vale a pena estar na marca e que verificaram um grande crescimento no seu volume de negócios”.

De Vila Verde para o país e o mundo

“A marca tem registado um crescimento enorme e potencial para continuar a evoluir. Através do património que nos foi legado pelos antepassados, e de um trabalho de grande criatividade que transporta esse legado para a modernidade, procuramos desenvolver económica e culturalmente o concelho, criando um cartaz que possa conquistar o país e o mundo. E isso já está a acontecer. Os produtos Namorar Portugal são vendidos para todo o mundo através de lojas físicas espalhadas pelo globo e também dos pontos de venda online”, referiu António Vilela, acrescentando que “esta é a melhor avaliação que podemos fazer deste projeto, perceber que as pessoas estão satisfeitas, que se fala de vila verde a nível mundial e que os nossos parceiros da marca estão a ter grande sucesso”.

Workshop de Pintura em Loiça e de Desenho e Bordado

Durante o dia, nota de realce também para os dois workshops que decorreram no Espaço Namorar Portugal, em Vila Verde. Por volta das 10h00, Rosa Araújo chegava ao quartel general da marca para partilhar com o público as técnicas e segredos que estão na origem das suas encantadoras criações, durante o workshop de pintura em azulejo. Da parte da tarde, tempo para a Decor-Verde partilhar com os participantes as técnicas de desenho e bordado que dão um encanto especial aos produtos inspirados nos motivos dos Lenços de Namorados.

Amanhã, 28 de janeiro, a programação turístico-cultural ‘Fevereiro – Mês do Romance’, prossegue com mais quatro iniciativas distintas. A Feira de Produtos em 2ª Mão, o Workshop de Bordado, a Tarde de Dança e o Workshop ‘Brincando com o feltro!”.

 

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade