PS Vila Verde
PS Vila Verde
Destaque Vila Verde

Vila Verde. Vereadores do PS criticam “alarme social criado” com a ESVV

Três vereadores do Partido Socialista (PS) de Vila Verde estiveram hoje na Escola Secundária de Vila Verde (ESVV) para se inteirar sobre a má classificação no ranking escolar nacional ao nível do 9.º ano.

José Morais, Cláudia Pinto e Luís Castro reuniram com o diretor da ESVV, por estarem “preocupados com o alarme social criado”.

Em comunicado, os vereadores sustentam que aferiram “uma realidade bem diferente daquela que o ranking transmite” e apontam o dedo à imprensa, a quem acusam de ter uma “leitura enviesada e errada desses resultados”.

“Num total de 42 turmas, não se pode avaliar uma escola pelo resultado de apenas uma dessas turmas. E foi isso que aconteceu e que levou às notícias que todos conhecemos”, diz o PS em comunicado, afirmando que “na avaliação das turmas do Secundário, a ESVV está muito acima da média nacional”.

José Morais, autor do comunicado, diz “confiar na ESVV”. “Continuo, como pai, a confiar na ESVV, no seu corpo docente e em todos os profissionais que diariamente trabalham para o bem-estar dos alunos. Por isso mesmo lhes confio a educação da minha filha, que lá frequenta o 10.º ano”, refere o vereador socialista.

Segundo José Morais, a reunião de hoje com o diretor João Graça serviu para dar uma palavra de confiança e de incentivo aos profissionais ao transmitir “reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelos profissionais da ESVV” e reconhecer o “excelente trabalho que os alunos ali fazem”.

O vereador fala ainda dos ex-alunos e do “reconhecimento concreto” do “sucesso académico e profissional” dos mesmos a servir como “garantia” do trabalho feito na ESVV.

Os socialistas defendem o “trabalho meritório” de todas as escolas do concelho de Vila Verde e “repudia” os “falsos alarmes sociais que possam ser criados por algumas notícias”. Segundo o vereador, houve omissão de factos nas notícias publicadas a nível nacional o que leva a que o PS não “possa permitir que se delapide o património educativo concelhio”, pedindo uma “defesa intransigente” por parte dos responsáveis políticos e escolares.

Durante esta manhã, também o diretor da ESVV enviou uma nota à nossa redação onde explicava os motivos da baixa classificação daquela turma do 9.º ano.

A ESVV ficou classificada nos últimos lugares do ranking nacional das escolas, no que diz respeito aos exames do 9.º ano em 2017. Os rankings divulgados no sábado por vários órgãos de comunicação, universidades e empresas privadas, aponta a escola vila-verdense nos últimos lugares da lista com mais de 1000 escolas.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade