tribunal empreiteiro
Braga Destaque

Tribunais. Condenado empreiteiro que acusou dono do “O Feliz” de mentir e roubar

Um empreiteiro de 41 anos foi  hoje condenado a pagar 960 euros de multa e uma indemnização de 1500 euros por injúrias ao administrador da Metalomecânica bracarense “O Feliz”.

“Estais habituados a roubar”, terá dito Domingos Correia, empreiteiro, ao administrador do “O Feliz”, no entender do juiz, devido a uma obra em Vila Franca de Xira.

António Feliz, administrador daquela empresa de metalúrgica, com sede em Celeirós e nova unidade em Tebosa, não gostou do comentário e moveu uma denúncia junto do Ministério Público por ofensa e injúria acusando ainda o arguido de não lhe pedir desculpa.

Mas Domingos Correia negou em tribunal que alguma vez tenha dito tais palavras. O empreiteiro alega que nada do que tinha dito ao telefone com o administrador, de quem era amigo, motivaria sequer um pedido de desculpas. “Só lhe disse que ia tratar do caso nas instâncias próprias”, reiterou Domingos Correia.

Segundo o arguido, António Feliz não construiu um pórtico em Vila Franca de Xira que terá sido pago antecipadamente pelo mesmo. “Tive de custear a obra duas vezes para que outros a fizessem”, aponta Domingos Correia.

Segundo António Feliz, a hipótese de qualquer acordo relativo a essa situação gorou-se a partir do momento em que o acusado proferiu a acusação de que estariam a roubar.

Recorde-se que Domingos Correia ficou conhecido na esfera pública por ter tentado cobrar uma dívida ao presidente do Sporting Clube de Braga, António Salvador, com recurso a um fraque e um camião. O homem ficou conhecido em Braga como “dono do camião do fraque”.

Print Friendly

Comentários

Siga-nos!

RSS
Follow by Email
Facebook
YouTube

Última edição

Já nas bancas!

Publicidade